Notícias

Jornal "Valor" ressalta o impacto de "Dívida", de David Graeber

O suplemento "Eu & Fim de Semana", do jornal Valor Econômico, trouxe na sexta-feira, dia 19/2/2016, uma reportagem sobre o livro Dívida, recém-lançado pela Três Estrelas, e uma longa entrevista com seu autor, o antropólogo norte-americano David Graeber. Na reportagem, o jornalista Diego Viana, ressalta que "a extensa pesquisa de David Graeber foi um sucesso de vendas no mundo anglo-saxão, comparável ao também volumoso estudo do economista francês Thomas Piketty (O capital no século XXI).

Na entrevista, de forte conteúdo polêmico, Graeber discorre sobre seu livro e afirma: "Estamos nos afastando do dinheiro físico. As eras de dinheiro físico costumam corresponder a períodos de grandes impérios. Os EUA saíram do padrão-ouro em 1972. Se falamos de ciclos de 500 anos, 40 anos não são nada. Estamos só começando a nos ajustar ao que vai ser um sistema de dinheiro virtual. O problema é que um sistema desses precisa de algo para mantê-lo sob controle: ou o cancelamento das dívidas, ou leis de usura, algo para garantir que aqueles com o poder de criar crédito não acabem escravizando os demais. Em geral, esse sistema transcende o Estado. Temos grandes instituições econômicas globais, a começar pelo FMI. Mas elas estão lá para proteger os credores contra os devedores, em vez do oposto".