Notícias

Para Luiz Felipe Pondé, "Impérios do Mar" ajuda a entender ataques terroristas

Em sua coluna na Folha de S.Paulo de 12/1/2015, o filósofo Luiz Felipe Pondé classificou como "excelente" o livro Impérios do Mar e faz um paralelo entre o tema da obra e acontecimentos recentes. Ele escreve:

"Uma das marcas desses malucos (os terroristas) é querer refazer o caminho das Cruzadas e das guerras do Mediterrâneo entre o Império Otomano e a cristandade de então, no século XVI.
Sobre isso, o excelente livro Impérios do Mar - A Batalha Final Entre Cristãos e Muçulmanos pelo Controle do Mediterrâneo, de Roger Crowley (ed. Três Estrelas), é um banho de erudição com uma escrita simples e direta. Olha só isso: 'Eu sou o raio do céu. Minha vingança não será apaziguada até que eu tenha matado o último de vocês e escravizado suas mulheres, suas filhas e seus filhos."
Parece a fala de um dos terroristas na França ou de um dos caras do Estado Islâmico? Mas não é.
Trata-se de uma mensagem deixada por Hizir, um dos irmãos Barbarossa, em 1514, num cavalo em Minorca, pouco antes da invasão que foi um dos inúmeros massacres de cristãos realizados pelos otomanos. Os cristãos também massacraram muçulmanos aos montes".

Para ler a íntegra da coluna de Pondé, clique aqui.