Da taipa ao concreto

Carlos A. C. Lemos


Um dos principais historiadores brasileiros da arquitetura e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), Carlos A. C. Lemos é também um combativo defensor do patrimônio urbanístico do país.

Quando o Metrô de São Paulo ameaçava botar abaixo o prédio da Escola Caetano de Campos, obra de Ramos de Azevedo inaugurada em 1894, foi ele quem levantou a voz contra tal decisão, com sucesso. Também graças a sua intervenção, a Paróquia de São Cristóvão, relevante construção histórica em São Paulo, salvou-se da demolição.

É nas páginas da imprensa, em particular da Folha de S.Paulo, que ele tem empreendido sua incansável campanha de esclarecimento público sobre o passado das cidades e o significado dos bens arquitetônicos.

Organizado pelo professor de arquitetura José Tavares Correia de Lira e com mais de cinquenta textos, alguns inéditos, o livro é um testemunho da luta de Lemos nos últimos quarenta anos.

Da taipa ao concreto - Capa
  • Organização: José Lira
  • Capa: warrakloureiro
  • Páginas: 304
  • Formato: 16 cm x 23 cm
  • Acabamento: brochura
  • Área: arquitetura e urbanismo, história
  • ISBN: 978-85-65339-16-2
  • Disponibilidade: 07/08/2013

O autor

  • Carlos A. C. Lemos
    Foto: Marcelo Justo/Folhapress

    Carlos Alberto Cerqueira Lemos, arquiteto e artista plástico, nasceu em São Paulo, em 1925. É professor titular do departamento de história da arquitetura e estética do projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) e autor de diversos livros, entre eles Arquitetura brasileira (Melhoramentos, 1979); Ramos de Azevedo e seu escritório (Pini, 1993); e Casa paulista (Edusp, 1999).

À venda nas livrarias. Caso tenha alguma dificuldade em encontrar nossos livros, envie um e-mail para vendas@publifolha.com.br.